Inscrição Casa Popular Cohab de São Paulo pode ser feita pela internet

    Formulário no site da COHAB permite o cadastro no programa Minha Casa Minha Vida na cidade de São Paulo, veja como realizar a inscrição.

    Os interessados em adquirir uma moradia popular – casa ou apartamento – em São Paulo podem se inscrever através do site da COHAB-SP (Companhia de Habitação Popular da Cidade de São Paulo) o cadastro e a atualização é feito através de um formulário na internet, estando disponível também no Poupatempo (e-Poupatempo), a funcionalidade é disponibilizada em parceria com a Secretaria Municipal de Habitação (SMH), sendo a porta de entrada para os interessados em participar do programa Minha Casa, Minha Vida das faixas 1 e 1,5 FGTS.

    COHAB Demanda Habitacional
    Demanda habitacional e registro em programas habitacionais pode ser registrada através do site da COHAB São Paulo na internet.

    Importante: o cadastro não garante o atendimento, infelizmente, pois a demanda é muito maior do que a oferta de imóveis. Os cadastrados participam de sorteios assim que novas moradias estão prontas ou em fase final de construção. Desde 2009 a COHAB não constrói mais moradias, ela apenas viabiliza a construção através de programas habitacionais do Governo Federal, tal como o Minha Casa, Minha Vida (MCMV).

    COMO FAZER O CADASTRO HABITACIONAL DA COHAB

    O cadastro habitacional deve ser feito através do site www.cohab.sp.gov.br pelo preenchimento da Demanda Habitacional de Interesse em Habitação Popular da COHAB da cidade de São Paulo (capital). Lá é possível fazer o cadastro, acompanhar a inscrição e realizar o recadastramento.

    Sempre que houver algum dado desatualizado, atualize-o na plataforma. É importante salientar que não existe nenhum ordenamento, a seleção é feita por grupos de prioridade e através de sorteios, portanto, a data de inscrição não é levada em consideração.

    Através da lista de demanda é possível conferir o nome de TODOS os inscritos na COHAB.

    REQUISITOS

    O atendimento prioritário da Cidade de São Paulo está destinado às famílias que ganham até 6 salários-mínimos nacionais.

    • Ser maior de 18 anos ou emancipado;
    • Residir ou trabalhar há, no mínimo, 2 anos na cidade de São Paulo.
    • Não ter o nome inscrito no CADMUT e nem no CADIN.
    • Para ser atendido é NECESSÁRIO que você se enquadre nos critérios federais, estipulados pelo Programa Minha Casa Minha Vida em conjunto com os critérios municipais, estipulado pelo Conselho Municipal de Habitação e, ainda, ter a sua documentação APROVADA pela Caixa Econômica Federal.
    • Os critérios federais e municipais estipulam que, para ser atendido nos programas habitacionais, você não possua ou tenha possuído qualquer tipo de imóvel em seu nome.

    Observação: para as faixas 1 e 1,5 do MCMV não tem problema estar com o nome inscrito no SCPC ou SERASA (nome sujo), pois, tais faixas, são de interesse social e, portanto, não possuem análise de risco já que até 90% do valor do imóvel é subsidiado pelo Governo Federal.

    Documentos Necessários

    A inscrição deve ser feita no nome de apenas UM integrante do núcleo familiar, preferencialmente no nome do maior de dezoito anos que tiver a maior renda. As inscrições duplicadas, poderão ser excluídas, portanto, cadastre-se apenas uma única vez, depois é só manter as informações atualizadas. Veja abaixo a relação de documentos necessários:

    • RG de todos os integrantes (exceto menos de 18 anos);
    • Data de nascimento de todos os integrantes;
    • Número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) de todos os integrantes;
    • CEP (Código de Endereçamento Postal) do endereço de residência e de trabalho;
    • Dados de renda de toda a família;

    Embora qualquer pessoa possa preencher a demanda habitacional, as famílias com renda de até R$2.350,00 possuem prioridade no atendimento conforme determina as regras do programa Minha Casa Minha Vida 3 do Governo Federal.