Eleitor pode quitar débitos com a Justiça Eleitoral pela internet

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está modernizando seus serviços para facilitar a vida do cidadão brasileiro, este mês o órgão lançou uma ferramenta na internet que permite a consulta e emissão da GRU (Guia de Recolhimento da União) com débitos relacionados a Justiça Eleitoral como quando o eleitor deixa de voltar nas últimas eleições. A novidade está acessível para eleitores não só do Estado de São Paulo, mas também de todo o Brasil.

Saiba como consultar o Título de Eleitor pela internet através de ferramenta no site do TRE-SP e TSE (divulgação)

Muitas vezes o eleitor fica em débito com a Justiça Eleitoral por causa de uma multa de R$3,51 (por cada turno que não votou). A emissão do boleto para pagamento pela internet não regulariza o título de eleitor imediatamente, mas ela facilita a regularização no Cartório Eleitoral ou no posto do Poupatempo.

Hoje o cidadão precisa comparecer 2 vezes ao cartório para regularizar o título de eleitor – Atualmente o processo de regularização de um título de eleitor é bastante complexo, o eleitor precisa comparecer a um cartório eleitoral ou Poupatempo para obter a GRU (Guia de Recolhimento da União) com o valor da multa. Após realizar o pagamento o eleitor precisa comparecer novamente a unidade para apresentar o comprovante do pagamento, só então o título de eleitor é regularizado.

Pelo site www.tse.jus.br/eleitor/servicos/debitos-do-eleitor não é possível regularizar totalmente o título de eleitor, mas o contribuinte consegue emitir a segunda via da Guia de Recolhimento da União (GRU) com o pagamento da multa, munido dela basta comparecer uma única vez no Cartório Eleitoral ou Poupatempo.

Resumidamente a ferramenta disponibiliza na internet evita que o eleitor tenha que comparecer duas vezes ao Cartório Eleitoral para regularizar o título de eleitor.

Para emitir a 2a via pela internet é necessário que o eleitor tenha em mãos o número do documento (veja aqui como pesquisar o número do título de eleitor pelo nome), nome completo, data de nascimento e filiação (nome do pai e da mãe). Caso algum débito seja localizado você poderá imprimir a Guia de Recolhimento da União, aí é só fazer o pagamento e ir até um cartório eleitoral para concluir a regularização e, se necessário, emissão de um novo título de eleitor.